Mercado de smartphones: China pronta para rebocar depois de um 2018 negativo

marca 1

O 2018 está chegando ao fim e é hora de tirar conclusões. Pela primeira vez em vários anos, o mercado global de smartphones sofreu uma pequena crise, vindo para se registrar -3%, com quedas nas vendas de produtos de cada marca (ou quase). Vamos dar uma olhada mais de perto nos resultados em questão.

Pela primeira vez, o mercado de smartphones fecha com um sinal de menos

IDC

Os primeiros dados revelados por IDC é que, na verdade, de um declínio nas vendas de bem 500 milhões de unidades na passagem de 2017 al 2018. No entanto, isso parece não assustá-lo muito OEM que, no decorrer de vários anos (até o 2022), deve haver crescimento mais ou menos constante.

LEIA TAMBÉM: mercado de smartphones na China: que crescimento para Huawei e Honra!

Do ponto de vista geográfico, o mercado mais animado parece ser o mercado chinês, também por causa das façanhas de empresas como Xiaomi, Mas também Huawei que está firmemente no pódio global de vendas.

Leia também: mercado de smartphones: embarques da China caíram 21%

Segundo relatos de IDC, Portanto, o novo ultra high end poderia ser usado para reverter a tendência negativa. Já neste 2018 tem havido uma forte tendência para os usuários confiarem em smartphones cada vez mais de alto desempenho e, até agora, condição inevitável, na exibição de pelo menos 6 polegadas. Apenas estes smartphones vão se encarregar de todo o setor, chegando a representar em poucos anos,80% do mercado total.


Não perca nenhuma novidade, oferta ou resenha publicada em nosso site! Siga-nos nas redes sociais para se manter atualizado em tempo real graças a:

Canal de Ofertas , Canal de notícias, Grupo de telegramas, página no Facebook, Canal do youtube e Fórum.