A Huawei nega colaborações com o governo chinês e garante que não criará backdoors

logotipo da huawei

Apesar de o imenso sucesso da marcanos últimos meses Huawei tem estado no centro de muitas controvérsias (também no que diz nosso país) devido à possível pressão do governo chinês, que poderia explorar a empresa para acessar dados confidenciais dos países em que opera. As conseqüências para a empresa foram devastadoras, com dúvidas e incertezas também na Europa (bem como no EUA, agora um porta-voz do movimento pró-banimento).

A Huawei não criará backdoors para o governo chinês: a confirmação também vem do presidente da empresa

o huawei usa

O principal medo é que Huawei é forçado pelo governo chinês a incluir Porta dos fundos nas infra-estruturas de rede presentes nos diversos países, um risco que poderia comprometer a segurança das nações envolvidas.

Apesar das muitas negações, o presidente da empresa Liang Hua ele voltou à questão mais uma vez, assegurando que a Huawei não está absolutamente disposta a criar Porta dos fundos para a China. O executivo também aborda a questão espinhosa do "obrigações" que a empresa teria em relação ao governo, garantindo que - legalmente - não seja necessário obedecer a possíveis solicitações inconvenientes.

O presidente, por uma questão de precisão, disse que nenhum pedido chegou para a criação de backdoors nas estruturas de outros países e que - caso isso ocorra - a empresa recusaria.


Não perca nenhuma novidade em tempo real e as melhores ofertas dedicadas a Huawei no canal Telegram dedicado!
516,99€
677,30
disponível
1 novo de 516,99 €
1 usado por 525,00 €
Amazon.it
499,90€
1.099,90
disponível
1 novo de 499,90 €
1 usado por 550,00 €
Amazon.it
frete grátis
Última atualização 24 / 08 / 2019 14: 57

Não perca nenhuma novidade, oferta ou resenha publicada em nosso site! Siga-nos nas redes sociais para se manter atualizado em tempo real graças a:

Canal de Ofertas , Canal de notícias, Grupo de telegramas, página no Facebook, Canal do youtube e Fórum.