Huawei suspensa pelo Global Security Forum: e agora?

logotipo da huawei

Novas repercussões continuam surgindo Proibição dos EUA para Huawei. Também porque, embora exista uma extensão até novembro, as empresas foram bloqueadas de qualquer maneira pelo governo Trump. A remoção de empresas americanas levou não apenas a uma desaceleração das parcerias comerciais. Por exemplo, a empresa foi excluído do FIRSTOu a Fórum de equipes de resposta e segurança a incidentes, organização que, desde os anos 90, faz parte do grupo de CERT (Equipe de Resposta a Emergências de Computadores).

LEIA TAMBÉM:
Huawei Atlas 900 é o novo sistema de IA mais poderoso do mundo

PRIMEIRO decide eliminar a Huawei da lista de empresas membros

Todos esses acrônimos representam o conjunto de organizações, geralmente financiadas por universidades ou órgãos estaduais, encarregadas de procurar e relatar sobre vulnerabilidade de software. Especificamente, os membros da FIRST são especializados em identificar as principais falhas e incidentes de segurança relacionados à cibersegurança.

Quanto à Huawei, a empresa não terá mais acesso às informações fornecidas pelo grupo, deixando de fazer parte das empresas conectadas a ele. Uma das principais consequências, segundo Wall Street Journalserá um desaceleração na implementação de patches de segurança. Além disso, não poderá mais usar um sistema automatizado que forneça as informações mais recentes sobre vírus e malware.

Más notícias para o produtor após o partida anterior da Wi-Fi Alliance, JEDEC, SD Association e Bluetooth SIG. No entanto, no caso dessas instituições, a Huawei foi reintroduzida após uma primeira proibição. Vamos ver se o mesmo acontece com o PRIMEIRO.


Não perca nenhuma novidade em tempo real e as melhores ofertas dedicadas a Huawei no canal Telegram dedicado!