Os clientes da Huawei "se beneficiarão" do Coronavirus, em certo sentido

logotipo da huawei

O otimismo é o perfume da vida, disse um famoso anúncio italiano. E é com esse lema que eu me apoio ao título, citado por razões óbvias. Quando se trata de Coronavírus sempre é difícil ser positivo, principalmente em China, onde a situação ainda é bastante delicada. Todas as empresas do país afetado pelo surto original estão tendo repercussões mais ou menos importantes. Um deles é Huawei, cujas diretrizes mais recentes, em certo sentido, beneficiarão os consumidores.

LEIA TAMBÉM:
Os EUA querem bloquear a Huawei via chips TSMC

Coronavírus continua a desacelerar a cadeia de fornecimento de tecnologia na China

garantia huawei china coronavirus

Enquanto aqui na Europa ainda vivemos a vida cotidiana habitual de uma maneira tranquila, na China não é exatamente assim. As áreas mais afetadas ainda estão em quarentena, especialmente Wuhan, o chamado "Ground Zero". Basta dizer que, para evitar o contato direto entre potenciais infectados, empresas como a JingDong começaram a use robôs para fazer entregas.

No caso da Huawei, a empresa decidiu adaptar, estendendo a garantia do produto. Se você possui um produto de marca chinesa que expira entre 1 de janeiro e 31 de março de 2020, ele será adiado para 31 de março. Isso é para garantir que aqueles que não conseguem sair de casa ainda possam tirar proveito da garantia. Além disso, os usuários interessados ​​poderão ter a coleta e a entrega domiciliar depois que o reparo for feito.

💰 Salve com GizDeals para as melhores ofertas de China!
⭐️ Se você está com fome de notícias, siga GizChina su Google News: clique na estrela para nos adicionar aos seus favoritos .