Huawei e HarmonyOS 2.0: com a Internet de Tudo, tudo muda

huawei Harmonos 2.0 beta

16 de dezembro representa uma data importante para Huawei, correspondendo ao dia do primeiro lançamento de HarmonyOS 2.0 para o público. Claro, ainda é apenas um Beta e para alguns modelos, mas é certamente um primeiro passo antes da ampla difusão que ocorrerá em 2021. Graças aos primeiros vídeos publicado na net pelos beta testers, conseguimos ter uma ideia do que esperar, mesmo que ainda seja cedo para tirar as primeiras conclusões. Pelo menos do ponto de vista gráfico, não parece haver diferenças substanciais em relação ao atual EMUI 11. As verdadeiras novidades residem nos bastidores, como a própria empresa aponta no anúncio de hoje, focando no conceito de Internet of Everything.

O fato de HarmonyOS 2.0 ser capaz de fazer transformar aplicativos android isso sugere como a Huawei não se concentrou em criar um universo próprio. Ao mesmo tempo, porém, foi lançado um programa para incentivar os desenvolvedores a criar aplicativos costurados no HarmonyOS, com quase 200 milhões de euros em financiamento em jogo. Mas o que mais importa são as notícias que a Huawei poderá oferecer aos usuários para convencê-los da validade do que é, na prática, uma alternativa ao SO do Google.

LEIA TAMBÉM:
Este jovem engenheiro da Huawei criou um mini monitor a partir de um banco de energia

Huawei publica o primeiro Beta do HarmonyOS 2.0 e mostra seu potencial

E é justamente aqui que nos reconectamos ao mundo da Internet de Todas as Coisas (IoE), uma extensão do conceito de Internet das Coisas (IoT) ao qual já estamos acostumados. A base é muito simples: em vez de apenas conectar os dispositivos, o objetivo da Huawei e HarmonyOS é conecte qualquer coisa. Vamos começar com dispositivos e você passa dados grandes, processos e obviamente o persone fisiche. Um link interconectado que permite que a tecnologia atue potencialmente de uma maneira muito mais profunda.

Visto que muitas vezes podem acabar sendo discursos enfumaçados e que não se refletem na prática, a empresa pensou muito em dar exemplos. Vamos imaginar pegar o smartphone Huawei e iniciar o aplicativo para reservar uma viagem de táxi. Nesse momento, você pode colocá-lo no bolso e consultar o smartwatch Huawei. Estando conectado ao telefone via HarmonyOS, é capaz de rodar o mesmo aplicativo e, portanto, as informações do tempo de espera, a localização GPS do táxi e as informações sobre o motorista serão exibidas em tempo real na tela.

Outro exemplo envolve compras online com seus amigos. Ao conectar seus dispositivos, todos serão capazes de ver o carrinho de outros, agindo de acordo e usando o aplicativo de videochamada MeeTime para consultar uns aos outros. Estes são apenas dois exemplos, diante de um mar de potencial que o HarmonyOS 2.0 colocará nas mãos dos usuários, mas acima de tudo dos desenvolvedores.

⭐️ Descubra o novo folheto semanal da GizChina com ofertas exclusivas e cupons sempre diferentes.
Honrar