POCO F2 e notebook: o banho frio chega da empresa

poco f2
OnePlus Nord N10

Agora que deixamos 2020 para trás e 2021 está aqui conosco, alguns podem se perguntar: o que aconteceu POCO F2? Ao contrário de Xiaomi e Redmi, POCO é uma submarca cuja estratégia comercial é tudo menos prolífica. Em 2018, tivemos um POCO F1 que deixou sua marca, trazendo de volta o conceito de assassino carro-chefe do histórico OnePlus One. Dado o sucesso, esperava-se que a Xiaomi levasse a bola, capitalizando-a para oferecer um número crescente de smartphones. Mas em 2019 aconteceu exatamente o oposto: POCO não lançou absolutamente nada, apenas para voltar à cena em 2020. Mas o fez com uma política um tanto questionável: após ter se destacado com um POCO F1 em sua forma icônica, ele embarcou na estrada espinhosa de rebranding. POCO X2 foi uma reformulação da Redmi K30 4G, M2 da Redmi 9, M2 Pro da Redmi Note 9 Pro e C3 da Redmi 9C.

Mas talvez o caso mais marcante tenha sido o de POCO F2 Pro: dada a espera, pelo sucessor de POCO F1 algo forte era esperado e, em vez disso, é uma nova marca de Redmi K30 Pro. Felizmente, no final de 2020, a tendência parece ter parado: a empresa confirmou que quer fazer mais independente da Xiaomi. Decisão que se consolidou com o lançamento de smartphones decididamente mais originais, como POCO X3 e M3. Mas é outra, a afirmação que tem agradado o paladar dos entusiastas da tecnologia, ou seja, que POCO F2 será feito.

A liderança POCO fale sobre os rumores por aí POCO F2 e um possível notebook

poco f2

Era outubro de 2020 quando foi dito, mas não houve notícias realmente concretas sobre isso desde POCO F2. A empresa continuou a alimentar o hype, embora de forma enigmática, e nesse ínterim eles começaram a circular rumores sobre sua possível folha de dados. Em particular sobre o uso do Snapdragon 732G (que encontramos a bordo POCO X3), notícia que fez alguns torcerem o nariz. Quanto a POCO F1, da F2 esperamos uma ficha técnica de alto nível, com ambições de ponta.

Para dar esperança a esta hipótese pensamos o mesmo Anuj Sharma, por ocasião de uma entrevista com o vazador Mukul Sharma. O Diretor de País da divisão indiana negou as especificações que vazaram até agora, incluindo o uso do Snap 732G. No entanto, ele não se preocupou em dar detalhes sobre o hardware e há um motivo: POCO F2 não está ao virar da esquina. Ainda é cedo para falar em datas, mas pelo que foi declarado ainda vai demorar algum tempo até ao seu anúncio. Devido a um mercado excessivamente saturado, com modelos muito semelhantes em termos de especificações e preço, a empresa pretende escolher o momento mais adequado. O risco seria criar um assassino carro-chefe que não tivesse a quantidade certa de vendas para justificar a aposta.

LEIA TAMBÉM:
MIUI e POCO Launcher: cuidado com aplicativos falsos na Play Store

O que aconteceu com o notebook POCO?

Também no final de 2020, um boato começou a circular que ele viu em POCO a vontade de lançar seu próprio notebook. Depois da Xiaomi e da Redmi, não seria tão estranho que outra submarca tentasse neste setor. Para colocar a hipótese ao redor foi Mukul Sharma, tendo encontrou uma certificação em que duas supostas baterias de laptop apareceram. Levou poco de modo que a notícia saltou na rede e acabou sob os olhos de Anuj Sharma, que se surpreendeu por não saber nada sobre um possível caderno POCO.

Em poucas palavras, POCO não está fazendo um caderno. Depois de pedir a confirmação da divisão de computação, Anuj disse que os certificados são baterias POCO, mas eles não são para qualquer laptop. Uma contra-notícia que não surpreende, visto que POCO é uma marca que encontra força nos segmentos de mercado menos caros, enquanto o mundo dos PCs envolve esforços econômicos consideráveis ​​em termos de pesquisa e desenvolvimento.

Neste ponto, surge outra questão: o que aconteceu com os fones de ouvido TWS também POCO Pop Buds?

⭐️ Siga e apoie GizChina su Google News: clique na estrela para nos inserir nos favoritosi .