Redmi Note 11 e sensor de proximidade: a história se repete

redmi note 11 pro note 11s

Há poucos dias, a família consistia em Redmi Note, Nota 11 Pro, Notas 11 Pro 5G e Notas 11S chegou à Itália e já surgem dúvidas sobre sensor de proximidade. Pode parecer um pouco estranho que a primeira pergunta que vem à mente ao apresentar um novo smartphone diga respeito a este elemento específico. Infelizmente para a Xiaomi, seu histórico recente de smartphones levantou mais de uma dúvida sobre o funcionamento real de um componente tão pequeno quanto importante. Sabe quando você atende o telefone e a tela desliga sozinha? Ou quando você ouve uma mensagem de voz do WhatsApp e Telegram e o áudio passa do alto-falante para a cápsula do ouvido para maior privacidade? Aqui, essas duas tarefas são confiadas ao sensor de proximidade, sem o qual não seria possível realizá-las. Sem falar no modo de bolso: sem o sensor de proximidade, colocar o telefone no bolso significaria que a tela poderia ligar involuntariamente.

Toda a série Redmi Note 11 possui o sensor de proximidade virtual "usual"

Embora não seja um componente "glamouroso" como display, câmera e SoC, o sensor de proximidade desempenha um papel importante no uso diário de um smartphone. Dito isto, há alguns anos, a Xiaomi confia na empresa norueguesa elípticas Labs. Mais precisamente a partir de 2016, quando o histórico Xiaomi Mi MIX foi lançado: dada a sua natureza sem fronteiras, eram necessários novos tipos de componentes para o smartphone. Um entre todos os sensor de proximidade virtual, que é um sistema que substitui o sensor infravermelho normal que encontramos nos smartphones tradicionais.

Não estarei aqui para repetir como funciona essa virtualização de sensores: para os mais curiosos, há um artigo dedicado onde eu explico tudo. O problema surge do fato de que, como a Xiaomi usa essa tecnologia, muitos usuários reclamam do mau funcionamento do sensor de proximidade. Conforme demonstrado no vídeo acima, esse tipo de sensor não possui a mesma precisão de um sensor físico.

laboratórios elípticos do sensor de proximidade redmi note 11 pro note 11s

Infelizmente para aqueles que toleram mal este sensor de proximidade virtual, a Elliptic Labs confirmou sua presença também nas variantes globais do Redmi Note 11, Note 11S, Note 11 Pro e Note 11 Pro 5G. Como afirma o fabricante, essa tecnologia permite otimizar custos e eliminar a necessidade de adquirir componentes em uma época de escassez. No momento, não temos vontade de falar mal sobre isso, pois não temos o Redmi Note 11 em nossas mãos nem há relatos na rede. Enquanto esperamos para saber mais, lembramos que existe uma lista com todos os smartphones Xiaomi com sensor de proximidade virtual.

⭐️ Descubra o novo folheto semanal da GizChina com ofertas exclusivas e cupons sempre diferentes.