Proscênico

Samsung perde primeiro lugar no mercado de semicondutores

Crise do mercado de semicondutores da Samsung

Após o forte crescimento verificado nos últimos oito trimestres, ditado sobretudo pelo aumento da procura de dispositivos eletrónicos durante os meses de emergência sanitária, também o mercado de semicondutores registrou um revés. Foi a Samsung que mais sofreu: essa contração custaria a ela o primeiro lugar no mercado global de semicondutores, agora ocupado por Intel.

Mercado de semicondutores em crise, Samsung perde liderança

Crise do mercado de semicondutores da Samsung

A pesquisa foi realizada pela empresa de pesquisa de mercado Odisseia, segundo o qual o mercado global de semicondutores gravaria um Perda de 7% no terceiro trimestre do ano, com receita total de 147 bilhões de dólares, ante 158 bilhões registrados no último trimestre.

Segundo Penhasco Rimbach, pesquisador-chefe da Omdia, enquanto as causas da crise registrada no segundo trimestre seriam atribuídas a um mercado de PCs fraco, o que piorou ainda mais a situação no terceiro trimestre foi o crise do mercado de memória. Uma indústria que teria registrado um Queda de 27% nos lucros em comparação com o trimestre anterior devido à redução da demanda por chips de data center, PCs e dispositivos móveis.

Crise do mercado de semicondutores da Samsung

o principal vítimas desta crise foram empresas como Samsung, Hynix e micron Technology, todos focados no negócio de semicondutores de memória. Juntos, eles gravaram um declínio de mais de 10 bilhões de dólares em faturamento. No caso de apenas Samsung, isso se traduz em vendas reduzidas em 28,1% em relação ao trimestre anterior, com vendas de apenas 14.6 bilhões de dólares. O pódio agora é ocupado por Intel, que no último trimestre registrou vendas de 14.9 mil milhões de dólares.

⭐️ Descubra o novo folheto semanal da GizChina com ofertas exclusivas e cupons sempre diferentes.
Honrar